Apontamentos e reflexões sobre temas históricos do passado ao presente...

25
Abr 13
publicado por Conceição Janeiro às 14:27

11
Abr 13

 No Arquivo  Casa Comum da Fundação Mário Soares podemos consultar documentação relativa ao Movimento das Forças Armadas, designadamente os seus Boletins Informativos Informativos. Na imagem é visível a 1.ª página do Boletim n.º 15, de 22 de abril de 1975.

04436.015

O MFA – Movimento das Forças Armadas foi o responsável pela revolução de 25 de Abril de 1974, que pôs termo à ditadura em Portugal. Teve na sua origem no designado Movimento dos Capitães, resultante do descontentamento entre os militares face à política do governo de Marcello Caetano, designadamente no que respeitava à continuação da guerra colonial. O Movimento dos Capitães foi-se consolidando ao longo do ano de 1973, em torno dos objectivos de colocar um fim à guerra nas colónias e de restabelecer a democracia em Portugal, tendo, em Dezembro, eleito um Secretariado Executivo constituído por Vasco Lourenço, Otelo Saraiva de Carvalho e Vítor Alves. Formaram-se então várias comissões que iniciaram a preparação de um golpe militar, que teve a sua concretização a 25 de Abril do ano seguinte. As tropas foram comandadas no terreno por diversos capitães, sendo as operações dirigidas superiormente pelo major Otelo Saraiva de Carvalho. O movimento aparece então aos portugueses com um programa que se definia por três Dês: Democratização, Descolonização e Desenvolvimento. Depois da revolução, o MFA sofreu várias transformações na sua organização, primeiro ao nível da sua Comissão Coordenadora, e depois também com a formação do Conselho dos Vinte e das Assembleias do MFA. Integrou igualmente o Conselho da Revolução e, até 1982, teve papel fundamental na recomposição das hierarquias das Forças Armadas Portuguesas.

Via Casa Comum


publicado por Conceição Janeiro às 10:32

Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Etiquetas

todas as tags

pesquisar
 
Ligações
mais sobre mim
blogs SAPO